23 abril 2010

PODE UM CRISTÃO VISITAR UM PSICÓLOGO OU PSICÁNALISTA?



 A questão é se um Cristão deve procurar ajuda de um psicólogo ou psiquiatra para superar doença mental está se tornando mais e mais popular. São muitos os psicólogos Cristãos, psiquiatras e conselheiros, e Cristãos estão regularmente recebendo ajuda para doenças mentais, principalmente para depressão e ansiedade. Devido a alguns incidentes registrados nas Escrituras que lidam com sintomas que são semelhantes às doenças mentais de hoje em dia, muitos Cristãos acham que todos os problemas psicológicos são causados por demônios.
No entanto, não há como saber se essas pessoas eram realmente doentes mentais no sentido de hoje em dia, ou se isso é ou não relevante. O problema é que há uma grande variedade de problemas psicológicos, alguns sendo emocionais, outros sendo físicos, mas todos têm em si um fator espiritual. E precisa ser levado a sério.
Um estilo de vida pecaminoso pode ser uma causa de depressão e ansiedade. No caso de um verdadeiro seguidor de Cristo, a pessoa precisa perceber que Deus quer que confesse seus pecados, arrependa-se, e volte-se a Ele.
A Bíblia nos diz que Satanás tem um grande poder de influência sobre as pessoas (2 Coríntios 4:4). É mais fácil obedecer a Satanás do que a Deus, porque Satanás quer que alimentemos a nossa natureza pecaminosa. Neste sentido, uma pessoa mentalmente doente pode ser influenciada por demônios. No entanto, é importante lembrar que Cristãos não podem ser possuídos por demônios ou tentados além do que podem agüentar (1 Coríntios 10:13). Isso é porque os crentes são habitados pelo Espírito de Deus (Romanos 8:9-11), e o templo do Espírito Santo não vai compartilhar seu território com demônios.
Outra coisa que as pessoas geralmente não levam em consideração é que Deus permitiu com que a humanidade desenvolvesse e criasse muitos tipos diferentes de remédios para curar. Se uma pessoa tem uma verdadeira doença mental causada por desequilíbrio hormonal ou químico no cérebro, então medicação talvez seja necessária. Isso não é diferente de ir ao médico e tomar remédio para um problema de tireóide, diabetes ou qualquer outro tipo de doença física. Isso não quer dizer que Deus não possa curar milagrosamente, porque Ele pode. Mas Ele nem sempre intervém dessa forma.
Quer ou não usar medicação é uma decisão pessoal. Isso é uma questão da consciência porque a Bíblia não trata desse assunto especificamente. Mais se existem médicos e medicação, então vamos nessa, precisamos lembrar que Lucas era médico, ou alguém acha que ele não receitava remédios?
Algumas coisas a serem consideradas são: O meu comportamento afeta outros, especialmente minha família? A minha doença está me tornando desobediente a Deus e rejeitando o trabalho do Espírito Santo através na minha vida? O meu testemunho para Cristo está sofrendo por causa dessa deficiência? Se uma pessoa sabe que está doente, mas recusa-se a procurar ajuda por motivos egoístas, isso é um pecado.
Se tomar medicação para doenças cerebrais é completamente contra as crenças dessa pessoa, e se essa pessoa já orou e meditou na Palavra de Deus, então ela deve discutir quaisquer alternativas com seu médico e pastor. Só gostaria de lembrar que os médicos também são usados por Deus.
Não é pecado tomar remédios que sejam necessários ou ver um psiquiatra, psicólogo. Isso não mostra falta de fé em Deus, apesar de que sempre devemos buscar a Ele primeiro para alcançar cura e direção.
Ele quer estar em controle de todas as partes de nossas vidas, e devemos nos sentir livres para levar nossos problemas a Ele em oração para todas as circunstâncias e situações. Ele freqüentemente usa medicações e terapeutas para curar Seus filhos.
Ver um conselheiro ou psiquiatra Cristão, no entanto, é definitivamente melhor do que um terapeuta secular, o qual vai aconselhar de um ponto de vista desse mundo, ao invés de um ponto de vista bíblico. Que as palavras de Davi nos encorajem: "Tirou-me dum lago horrível, dum charco de lodo, pôs os meus pés sobre uma rocha, firmou os meus passos. E pôs um novo cântico na minha boca, um hino ao nosso Deus; muitos o verão, e temerão, e confiarão no SENHOR" (Salmo 40:2-3).
Zabotto Ms.

Reações:

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2012 - Uma mensagem de esperança