17 maio 2010

Novos Odres.

Novos Odres

Jesus escandalizava continuamente os chefes religiosos dos seus dias. Ele quebrou as tradições deles sobre quase tudo, incluindo a prática dos fariseus de jejuar nas segundas e quintas-feiras (Lucas 18:12). Uma vez que eles consideravam isto uma parte muito importante do seu serviço a Deus, eles não podiam entender porque Jesus e seus discípulos a desconsideravam (Marcos 2:18-22). Os fariseus perguntaram a Jesus porque ele e seus discípulos deixavam de jejuar.

A explicação de Jesus incluiu um par de sentenças misteriosas: "Ninguém costura remendo de pano novo em veste velha; porque o remendo novo tira parte da veste velha, e fica maior a rotura. Ninguém põe vinho novo em odres velhos; do contrário, o vinho romperá os odres; e tanto se perde o vinho como os odres. Mas põe-se vinho novo em odres novos" (Marcos 2:21-22).
O significado literal destas figuras de Jesus é facilmente compreensível. Remendar calça velha com remendo de brim novo faz com que o novo remendo, encolhendo mais do que a calça velha, cause um rasgo maior. Colocar suco de uva fresco em odres velhos (que já foram esticados ao máximo) fará com que o couro se rompa quando o suco se expandir durante o processo de fermentação. Mas Jesus estava dando muito mais do que lições de costura ou indicação sobre os processos preferíveis de preparação de vinho.

O significado espiritual das figuras de Jesus se relaciona com o evangelho que ele ensinava. Ele não poderia ser contido dentro das velhas fórmulas e rituais dos fariseus. Ele romperia o molde. A nova mensagem que ele ensinava teria que ser acompanhada por novos métodos de adoração. Isto se ajusta com a exigência de Jesus de que nasçamos de novo (João 3). Ele veio para refazer-nos dos pés à cabeça. Sempre que tentarmos remendar nosso velho ser com um pouquinho de ensinamento do evangelho ou sempre que tentarmos simplesmente derramar alguma espiritualidade do Novo Testamento dentro de nossas velhas vidas, o resultado será um desastre colossal. Somente uma reforma completa servirá.
- por Gary Fisher

Nota:
Para mim está claro a muito tempo: "não se praticam coisas da lei na graça, como por ex: não existe dizimo na graça, não existe jejum na graça, dentre outras coisas da lei de Moisés..isso é velho, e o velho passou, eis que em Cristo tudo se faz novo.

Um abraço Zabotto, parabens pelo blog.

Célio Siqueira

Reações:

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2012 - Uma mensagem de esperança