08 junho 2011

Cometa Elenin – Um velho conhecido a caminho.

Como ja postei anteriormente, o Elenin é um cometa que “foi descoberto” em 12 de dezembro de 2010 por um observador russo, Leonid Elenin, num observatório do Novo México, EUA. Os primeiros elementos apontavam para uma órbita com grande distância periélica.
 

Essas são as perspectivas de visualização e aproximação:

- O cometa iniciará sua visibilidade na constelação de Leão por volta de meados de julho de 2011 sendo visível ao anoitecer.
- Início de agosto de 2011 o cometa deve localizar-se no limite das constelações de Leão e Virgem, sempre visível ao anoitecer.
- Seu brilho deve aumentar rapidamente no final de agosto, na constelação de Virgem, porém já proximo do crepúsculo vespertino.
- No dia 4 de setembro ocorre mais uma aproximação, e ele poderá ser brevemente observado durante o crepúsculo vespertino.
- Diz-se, que entre os dias 12 e 15 de setembro de 2011 o cometa cruzará o campo de visão da câmera C3 da sonda SOHO.
- Após a conjunção com o Sol, o cometa reaparece ao amanhecer a partir de 25 de setembro. Diminuindo de brilho, o cometa atravessará as constelações de Leão, Câncer, Gêmeos e Touro, sendo visível de madrugada, encerrando sua aparição em final de novembro de 2011.

 Na foto acima, o cometa Elenin e atras supostas naves que o acompanham segundo os pesquisadores chineses.

- A maior aproximação com a Terra de acordo com a animação no site da Nasa, será no dia 17 de outubro, 0,232 AU da Terra. Interessante que nessa animação não colocaram os nomes dos planetas, se alguém ainda não sabe, a Terra é o pontinho verde que está na 3ª linha branca de dentro para fora.
https://lh5.googleusercontent.com/-wd11Vi0_6CY/TXWVx-soRSI/AAAAAAAABIw/wbsXCX0EP44/s640/Elenin+17+de+outubro.gif
Veja a animação no link abaixo:
http://ssd.jpl.nasa.gov/sbdb.cgi?sstr=Elenin;orb=1;cov=0;log=0;cad=0#orb
No entanto, os pesquisadores dizem que ainda é cedo e a órbita pode sofrer mudanças de cálculos nas próximas semanas, pois as previsões ainda são muito grosseiras, por sua “recente descoberta” e ninguém sabe como será essa visualização, poderá ser um cometa visível à vista de qualquer pessoa de forma espetacular ou passar despercebido, o que parece piada.

Interessante que mesmo em meio a tantos cálculos e até a possível órbita, não há informação (até agora) do tamanho oficial do cometa. (por que será?)
Agora que você já conhece um pouco mais a respeito do Elenin, veja que ele pode ser um velho conhecido.
Alguns astrônomos afirmam que pode existir um enorme planeta, maior do que Júpiter, orbitando o Sol, mas com uma órbita tão distante que o colocaria dentro de uma estrutura chamada Nuvem de Oort, que perturba os cometas a partir da borda do sistema solar.
https://lh6.googleusercontent.com/-FXJoMKmMDj0/TXWXsWQ3z_I/AAAAAAAABI0/JPxaJ2KJFy4/s320/nibiru+na+placa.jpg
Nosso querido Zecharia Sitchin, historiador e arqueólogo nascido na Rússia e criado na Palestina, onde adquiriu profundos conhecimentos de arqueologia e história oriental, traduziu duas mil peças de tabuinhas sumérias (escritas cuneiforme). De acordo com as tabuinhas, Nibiru é o planeta de origem dos deuses da antiguidade e pais biológicos da humanidade, os Anunnaki, que possui um período órbital de 3600 anos e é quatro vezes maior do que a Terra, de cor avermelhada, e responsável por grandes catástrofes, no nosso planeta, durante suas passagens através de nosso sistema solar. Ele é representado como um disco alado, as famosas asas de Nibiru.
Os sumérios explicam que a aproximação desse planeta foi à causa do dilúvio citado na Bíblia. Sua aproximação pode também causar a inversão dos pólos na Terra.
Nibiru foi definido pelos sumérios como o planeta que cruza.
De acordo com alguns especialistas, segue abaixo a perspectiva da aproximação de Nibiru:
- 20 de fevereiro Nibiru está posicionada entre as órbitas de Marte e Júpiter. (Confira na animação do Elenin)
- 04 março Nibiru começa a cruzar o plano da eclíptica do nosso planeta causando geomagnético sintomas dramáticos.
- 15 de março – Saturno, Nibiru, Terra, o Sol, Marte, Júpiter e Urano estão alinhados o fato de que a cosmologia Hopi chamado como o primeiro conjunto.
- 03 de agosto Nibiru atravessa a órbita da Terra. (confere na animação).
- 21 de agosto Nibiru atravessa a órbita de Vênus. (confere também)
- 19 de setembro Nibiru atinge uma posição a meio caminho entre a Terra e o sol. (confere)
- 26 de setembro Nibiru passa entre a Terra e o sol para gerar a segunda combinação da lenda Hopi e intensificar as mudanças. (confere)
- 17 de outubro Nibiru chega ao local mais próximo da Terra.
- 22 de novembro Nibiru alinhamento entre a Terra e o Sol, a combinação de terceiros. (confere)
“Incrível coincidência” entre a órbita do Elenin e Nibiru, a diferença é que essas informações sobre o avistamento de Nibiru na Terra, circulam na internet há muito tempo, já os cálculos ainda “grosseiros” do Elenin, “recentemente descoberto” informam quase de maneira precisa as mesmas datas, sem contar a imagem da órbita extremamente parecida dos dois.
https://lh6.googleusercontent.com/-UIrA24yfKZ0/TXWczqTaWBI/AAAAAAAABJA/9CU5RW407CA/s640/orbita+elenin+2.gif
https://lh6.googleusercontent.com/-HhC34JVAigI/TXWYM0fd7bI/AAAAAAAABI4/y2v_wa9OfGs/s640/Nibiru+orbita.jpg
Estamos falando do mesmo objeto, novamente os mesmos personagens com nomes diferentes. Parece uma louca brincadeira, mas não é! O importante para quem comanda o jogo, é bagunçar a informação.
No dia 15 de março, Nibiru, a Terra o Sol, estarão em alinhamento (Veja na figura abaixo). A primeira das três conjunções onde a Terra é pega nas linhas ou na calha que liga o Sol no gradiente gravitacional junto a Nibiru. O sol estará puxando para um lado e Nibiru para o outro lado, por conta dessa aproximação, os pólos magnéticos estão sendo influenciados e mudarão de forma gradual.
https://lh4.googleusercontent.com/-8z5K8vmv_Cg/TXWdYHIiV-I/AAAAAAAABJE/Rj7BvXukVEs/s640/Alinhamento+Sol+-+Terra+-+Elenin.gif
Também recentemente…
O observatório espacial WISE, da NASA, pode ter “encontrado” um quase mitológico Planeta X, um filho rebelde do Sol. Uma divulgação preliminar das primeiras 14 semanas de dados está prevista para Abril de 2011, e a versão final da pesquisa completa está prevista para março de 2012 (pelo jeito todos os segredos do mundo serão descobertos em 2012). Os cientistas John Matese e Daniel Whitmire, defendem que os dados coletados pelo WISE podem ter registrado o Planeta X, que eles chamam de Tyche (Tique) a irmã boazinha da deusa Nêmesis.
Perguntaram aos cientista porque a escolha desse nome, veja a resposta e breves comentários meus em vermelho:
“Na década de 1980 foi sugerida a existência de um companheiro diferente do Sol.
Propôs-se que esse objeto, batizado com o nome da deusa grega Nêmesis, explicaria as extinções em massa periódicas na Terra.
Nêmesis teria uma órbita altamente elíptica, perturbando os cometas na Nuvem de Oort aproximadamente a cada 26 milhões de anos, enviando uma chuva de cometas em direção ao interior do Sistema Solar.
Alguns desses cometas teriam se chocado com a Terra, causando resultados catastróficos para a vida.
Análises científicas mais recentes já não dão apoio à ideia de que as extinções na Terra acontecem em intervalos regulares. Assim, a hipótese de Nêmesis não é mais necessária. (clara, contra informação)
No entanto, é possível que o Sol tenha um companheiro distante, nunca visto, em uma órbita mais circular, com um período de alguns milhões de anos – que não causaria efeitos devastadores para a vida na Terra. (vamos ver…)
Para distinguir esse objeto da malévola Nêmesis, os astrônomos escolheram o nome de sua benevolente irmã na mitologia grega, Tique”. ( IMPORTANTE: conheça melhor essa irmã benevolente clicando no link:
Elenin, Tyche, Planeta X, Nêmesis, Planeta Chupão, Hércubulus, Absinto são todos os mesmos personagens em diferentes textos, crenças, religiões e civilizações, as mais antigas registraram a passagem do planeta que cruza e nos deixaram as pistas.
Nossa civilização atual também!
Tycus – Impacto Mortal – Filme lançado em 1998
https://lh5.googleusercontent.com/-19kVgaB3HKs/TXWfluvNhoI/AAAAAAAABJI/HM4DJx1_YcQ/s400/tycus.jpg
Peter Crawford, um físico de Denver, descobriu um ponto no céu e o planeta Terra nunca mais será o mesmo…
A aventura começa quando Jake Lowe, um repórter fotográfico decide investigar por conta própria uma suspeita envolvendo a Amtorg, uma companhia de mineração.
De tanto xeretar, ele descobre uma misteriosa cidade subterrânea no interior da Cordilheira Sierras.
Batizada de “Operação Arcângelo”, é uma iniciativa de caráter privado que servirá para abrigar um pequeno grupo de seres humanos de uma terrível catástrofe que está para acontecer…
Tycus – um cometa gigante – está em rota de colisão com… a Lua !
A magnitude desse choque provocará um efeito gravitacional sob a Terra que trará consequências devastadoras para o planeta…
Uma força mortal que desencadeará a fúria da natureza…
Produção de 1998 com 95 minutos de duração, “Tycus – Impacto Mortal”, foi dirigido pelo cineasta John Putch,
diretor de diversos episódios de “Star Trek – Next Generation”.
Mais uma incrível coincidência na escolha do nome! E a imagem poster do filme, te lembra algo?
https://lh3.googleusercontent.com/-z_xQvstSffg/TXWgBdmwmmI/AAAAAAAABJM/Gaa7NhGHty0/s400/Nibiru+2.jpg
A representação de Nibiru que conhecemos.
Quando o segundo Sol chegar, saberemos!
Enquanto isso, faça a sua parte: estude, pesquise, siga sua intuição.
Beijão no coração Ravena - retirado do site: provafinal.net

PROFECIAS SOBRE MARDUK (Nibiru, Elenin, Tyche, Planeta X, Nêmesis, Planeta Chupão, Hércubulus, Absinto)

"E a um eclipse do Sol sucederá o mais escuro e o mais tenebroso verão que jamais existiu desde a Criação até a paixão e morte de Jesus Cristo, e de lá até esse dia, e isto será no mês de outubro, quando uma grande translação se produzirá, de tal modo que julgarão a Terra fora da órbita e abismada em trevas eternas". (Nostradamus, Carta a Henrique II )
"O Sol converter-se-á em trevas, e a Lua em sangue, ao se aproximar o grandioso e temível dia do senhor" (Livro de Joel)
"Quando o sol ficar completamente eclipsado;
O monstro será visto em pleno dia;
mas o interpretarão de outra forma.
Não serão tomados cuidados: ninguém irá prevê-lo." (Nostradamus, cent.III, quadra 34 )
Por passar em uma órbita perpendicular à da Terra, Marduk ainda não foi captado. E quando o for, os cientistas calcularão que ele passará distante. Será uma mera atração astronômica, como o cometa Halley. Mas subitamente o planeta desviará sua trajetória (na verdade o erro será de cálculo da órbita) e passará astronomicamente "perto" da Terra, ou seja, o suficiente para as alterações às quais alude Nostradamus e a Isaías, na Bíblia. Os espiritualistas avisam que a população não será alertada, até ser tarde demais. Nosso planeta sacudirá por 3 dias e 3 noites.
"A Terra está de todo quebrantada, ela se move totalmente com violência. A Terra cambaleia como um bêbado e balanceia como rede de dormir." (Isaías, 24:19-21)
"E logo depois da tribulação daqueles dias, escurecer-se-á o Sol, e a Lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potestades do céu serão abaladas. E então aparecerá o sinal do Filho do Homem no céu, como o relâmpago que sai do Oriente e se mostra até o Ocidente". (Mateus, 24:27)
"Estrelas cairão do céu." Isso se deve à nossa perspectiva: quando a terra tremer (e bota tremer nisso) teremos as constelações "se movendo" rapidamente. O "sinal", visto de todo o planeta, muito provavelmente é o cometa de que fala Nostradamus, que pode ou não ser Marduk. Outra hipótese é ainda mais espantosa, talvez com os extraterrestres finalmente descendo em todas as capitais da Terra em grandes naves (como é prometido por Ashtar Sheran). Outra, defendida pelos gnósticos, é que quando a Terra for deslocada abruptamente de seu eixo natural (23º em relação ao Sol), será como se as estrelas do céu tivessem se movido, ou seja, caído, mas na realidade é a alteração do eixo terrestre.
"Aparecerá no céu, no norte, um grande cometa". ( Nostradamus, Cent. II, 43)
"A Lua, devido ao novo corpo celeste, aproximar-se-á da Terra e seu disco aparecerá 11 vezes maior que o Sol, o que provocará maiores marés e inundações." (Nostradamus, cent. IV, 30 )
A Terra, que atualmente tem o seu eixo levemente inclinado (cerca de 23º), recuperará sua posição vertical. O mar invadirá continentes adentro e novas terras aparecerão do oceano. Deve-se, então, procurar os lugares mais altos? Isso será suficiente para a salvação da população terrestre?
O Cristo Jesus disse: "Quando virdes o abominável devastador, que foi predita pelo profeta Daniel, posta no lugar santo (firmamento?) – o que lê entenda – então os que se acham na Judéia, fujam para os montes. (Mateus 24: 15-16)
As fontes de estudo são unânimes em afirmar que dois terços da população da Terra morrerão: "Em toda a terra, diz o Senhor, dois terços dela serão eliminados, e perecerão; mas a terceira parte restará nela". (Zacarias, 13:8)
"Farei passar a terceira parte pelo fogo, e a purificarei, como se purifica a prata, e a provarei, como se prova o ouro..." (Zacarias, 13:9)
Claro que tudo isso pode ser evitado, como o próprio Nostradamus diz. E ele continua: bilhões vão morrer, mas um terço da humanidade TALVEZ sobreviverá e repovoará o planeta, e a Terra viverá em paz pelos restos de seus dias, isso se os seres humanos seguirem os ditames da harmonia espiritual.


Nota Sobre a Lua: A Lua o satélite ártificial da terra, sim artificial, ela foi construida por civilizações alienigenas antigas.
Existem bases na lua.
Pesquise sobre a lua, veja o docunentário Moon Rising.

Retirado do blog do meu amigo Célio Siqueira
Fonte: celiosiqueira.blogspot.com
 

Reações:

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2012 - Uma mensagem de esperança